Clínica Trinitas

Ciência com Consciência

Mente Quântica EMDR Homeopatia Nutrição

Radicais Livres

"Nutrição Especifica"

Conceito de  Radicais Livres.

A NUTROLOGIA  quando exercida como  Nutrição Específica, é um  tratamento que visa corrigir as deficiências e perversões bioquimicas do organismo humano. Assim , através da detecção e correção dos desvios nutricionais , os minerais, as vitaminas, os aminoácidos, e outros complementos entrarão em equilíbrio. Além disso introduziu-se o conceito de que doenças crônicas, e mesmo a velocidade do envelhecimento, se devem à oxidação dos tecidos. Os metais pesados que eventualmente possam estar contaminando o nosso organismo, tais como chumbo, alumínio, cádmio e mercúrio, são grandes responsáveis por essa oxidação. Mal comparando, oxidar-se é como popularmente nos referimos à ferrugem, mas assim é apenas quando se trata do elemento Ferro. Para quaisquer outros elementos ou tecidos e moléculas, usamos o termo oxidação, isto quer dizer que os compostos orgânicos estão reagindo com o Oxigênio além da conta do que seria desejável que reagissem. Graças a Linus Pauling(duas vezes prêmio Nobel) descobriu-se que vitaminas em certas dosagens fazem o papel de antioxidantes que eliminam os Radicais Livres responsáveis por quase todos os processos de degradação  orgânica devidos a oxidação das moléculas e elementos celulares que se degeneram ou envelhecem  mais rapidamente quando expostos a esses radicais. Exames como o Mineralograma do Cabelo tornaram possível a detecção da presença de metais pesados . que provocam oxidação em larga escala pela geração de Radicais Livres.  Radicais Livres são formas quimicas de alto poder oxidativo que degeneram e envelhecem as células provocando assim as doenças degenerativas. O estudo das oxidações no organismo levou a descoberta de vários processos  até então pouco valorizados na gênese de doenças crônicas sem causa estabelecida tais como Artrite Reumatóide e muitas outras  que se instalam p. ex.  como Alergia Alimentar que se dão silenciosamente no organismo gerando macromoléculas que estimulam a geração de anti-corpos que se acumularão ao longo do tempo no tecido conjuntivo por exemplo. Muitos outros processos semelhantes se revelam responsáveis por sindromes conhecidas tais como obesidade, doença de Alzheimer e outras. 

Matérias

Nutrição-R. Livres.